terça-feira, 8 de janeiro de 2013

MEDITEM NISTO


Coisas que as Pessoas Nunca Deveriam Dizer que Nunca Ouviram em Sua Igreja

Por Kevin DeYoung
Eu estremeço cada vez que ouço o testemunho de um cristão que cresceu na igreja e só mais tarde veio a entender alguns pontos fundamentais da fé. É claro que algumas coisas são difíceis de entender. Temos que beber leite antes de comermos carne. Não me desaponto com as pessoas que nunca aprenderam a palavra propiciação ou nunca souberam a diferença entre as obediências ativa e passiva de Cristo. Estes são conceitos incrivelmente importantes e devemos ensiná-los a partir das bases. Mas estou falando do básico, das coisas que todo cristão deveria saber de trás para frente, as coisas que deveríamos ouvir na igreja a todo tempo.
Certamente as pessoas não lembram tudo o que elas deveriam lembrar. É possível que a culpa repouse sobre os ouvintes tanto quanto nos oradores. Mas ainda assim, isso é apenas mais incentivo para tornar certas coisas claras como água. Não devemos assumir que nossos membros sabem o que eles precisam saber. Não podemos assumir que eles ouviram o que pensamos que já lhes dissemos.
Como pastor, há certas coisas que espero que os membros de minha igreja nunca dirão que nunca ouviram. Estas não são necessariamente as mais importantes doutrinas da fé (ainda que algumas sejam). Contudo, são coisas que nós facilmente assumimos que nossos membros sabem, mas frequentemente ainda deixam escapar.
E quando eles deixam escapar estas coisas, eles podem acabar perdendo todo o resto.
1. “Ser um cristão é mais do que ir à igreja e ser uma boa pessoa.” Nós temos que tornar essa aqui absolutamente e repetitivamente clara.  Posso lhe assegurar que há pessoas em sua igreja (e na minha) que pensam que o cristianismo consiste em comparecer em cultos religiosos com alguma regularidade e não cometer grandes erros. Certifique-se de que eles conhecem o evangelho, que Jesus Cristo viveu a vida que nós não poderíamos viver e morreu a morte que nós merecíamos para que, pela fé somente, nós pudéssemos ser reconciliados com Deus. Certifique-se de que eles possam articular o evangelho também.
2. “Devemos nascer de novo.” Estou chocado que a história mostra que avivamentos frequentemente seguem quando pregadores retornam a este tema vez após vez. Seus membros sabem que eles estão mortos em pecado e precisam do milagre da regeneração?
3. “Precisamos desenvolver um relacionamento pessoal com Cristo.” Nós podemos nos cansar do termo “relacionamento pessoal”, mas ele tenta chegar a algo crucial para a vida cristã. Devemos realmente conhecer a Cristo, amá-lo, caminhar com ele e ouvi-lo.
4. “Cristãos maduros desenvolvem hábitos para a vida toda de leitura bíblica e oração.” Isso pode ser totalmente minha culpa, mas de alguma maneira eu não sabia disso até conhecer alguns bons amigos batistas fundamentalistas no ensino médio que começavam cada dia com algo chamado “momento de silêncio.”
5. “Cristãos sofrem.” Nosso sofrimento se torna pior neste país porque ninguém nos diz que ele virá.
6. “Deus pode ter prazer em mim.” Os cristãos que entendem os números 1 a 5 frequentemente têm dificuldade de abraçar essa verdade. Diga a seus membros com frequência que Deus se compraz na obediência deles. Diga a eles que Deus é um Pai amoroso que se compraz em seus fieis, embora imperfeitos, filhos.
7. “Cuidado com os falsos mestres.” Nós não treinamos nossos jovens bem se eles deixam nosso ambiente seguro e assumem que todos os que se apresentam pelo nome de “cristão” ou publicam livros cristãos, ou ensinam em colégios cristãos são dignos de confiança.
8. “Há um Deus em três Pessoas.” O que é mais fundamental do que o próprio Deus? E ainda assim, quantas igrejas instruem adequadamente e frequentemente seus membros a respeito da Trindade?
9. “Há muitas pessoas no mundo que não pensam que o cristianismo é verdadeiro e algumas delas são muito legais e inteligentes.” Se temos estado em igrejas a vida inteira, podemos aprender que há outros que discordam de nós, mas suas crenças e argumentos são frequentemente apresentados de maneira fraca. É fácil as pessoas crescerem na igreja imaginando que outras cosmovisões são bem idiotas e/ou aqueles que as defendem são obviamente pessoas más. Prepare seus membros para que eles saibam que vão encontrar pessoas decentes e inteligentes que discordam deles. Prepare-os para pensar além dos estereótipos.
10. “Há uma razão pela qual nós cultuamos da maneira que cultuamos.” É claro que este pode não ser o caso em toda igreja. Alguns cultos são planejados sob o título básico de “o que quer que eu goste e pareça funcionar.” Mas é provável que sua igreja seja melhor que isso. Tome um tempo para explicar porquê vocês ainda cantam hinos antigos, porquê vocês tentam canções novas, porquê vocês têm uma oração de confissão, porquê há uma oração pastora, porquê o sermão é da maneira que é. O culto fica ridículo os membros nunca foram ensinados o motivo de cultuarmos da maneira que cultuamos.
Se você é um pastor, pai ou mãe, líder de estudo bíblico, professor de EBD, ou qualquer um que instrua aos outros na fé, não assuma que seus filhos ou seu grupo conhece estas coisas. Repita-as. Cante-as. Ore-as. Peça às pessoas que digam o que você acabou de dizer. Faça-as levantarem as mãos. Faça-as repetir depois de você. Faça o que for preciso para se certificar que seu grupo nunca diga que nunca ouviram as coisas mais importantes de você.

Por Kevin DeYoung. Copyright © 2013 The Gospel Coalition, Inc. Todos os direitos reservados. Original: Things People Should Never Say They Never Heard at Your Church
Tradução: Alan Cristie. Copyright © 2013 Editora Fiel. Todos os direitos reservados. Original: Coisas que as Pessoas Nunca Deveriam Dizer que Nunca Ouviram em Sua Igreja
Postar um comentário