quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Os judeus, a revolução das comunicações e as profecias

Bill Koenig

Os cidadãos de Israel estão desenvolvendo a espinha dorsal das tecnologias de infraestrutura dos últimos dias no mundo.

Os telefones celulares, os computadores e a tecnologia de internet que serão usados pelo mundo para assistir às duas testemunhas profetizarem de Jerusalém durante a tribulação estão sendo desenvolvidos em Israel.

Perspectiva bíblica: O mundo assistirá

As “duas testemunhas” profetizarão diante do mundo por três anos e meio: “E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.” (Apocalipse 11:3 ACF)

Durante esse período, elas terão grande poder e seus inimigos não lhes poderão fazer mal algum: “E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto. Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.” (Apocalipse 11:5-6 ACF)

Contudo, no final de tudo elas serão mortas pela besta: “E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará.” (Apocalipse 11:7 ACF)

Mas elas ressuscitarão depois de três dias e meio: “E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram.” (Apocalipse 11:11 ACF)

As vastas invenções de computadores e tecnologia de Israel estão em atividade no mundo inteiro

O site da Intel de Israel diz que seu centro na cidade de Haifa forma um importante componente dos produtos globais da Intel.

Fundada há mais de 30 anos com apenas cinco funcionários, a Intel de Israel — com grandes prédios também localizados em Petah Tikva, Jerusalém e Kiryat Gat — agora emprega aproximadamente 7.000 pessoas, e no ano passado canalizou mais de 1,2 bilhões de dólares em receitas de exportação na economia israelense.

A filial da Intel em Petach Tikva, Israel, emprega aproximadamente 500 pessoas que desenvolvem produtos para o futuro mercado de celulares (2.5G, 3G), combinando sistemas avançados de comunicação com aplicativos cheios de conteúdo, tais como multimídia e internet.

Esse centro ocupa a liderança no desenvolvimento de tecnologia celular sem fio em componentes de chip. Esses dispositivos portáteis de comunicação sem fio combinam comunicação de voz e possibilidades de acesso à internet num só chip.

A Intel de Israel foi o primeiro centro de desenvolvimento fora dos Estados Unidos. Não só a Intel de Israel tem desenvolvido os melhores chips na história de Israel, mas suas especialidades estão ajudando a Intel mundial com todos os seus futuros produtos de chip.

Produtos de informática desenvolvidos em Israel

Os microprocessadores Pentium 286 e 386 e partes do 486 foram projetados na Intel de Israel.

A tecnologia MMX foi lançada pela Intel no começo de 1997. O chip MMX foi projetado para acelerar aplicativos de multimídia tais como áudio, vídeo e comunicações.

A Tecnologia Móvel Centrino, lançada no começo de 2003, que dá aos computadores acesso Wi-Fi e muito melhora a mobilidade, foi planejada na Intel de Israel.

A Intel de Israel conquistou sua vitória maior até agora em 2003, quando desenvolveu o chipset móvel Centrino, que veio, de acordo com o porta-voz da empresa Koby Bahar, como um “verdadeiro avanço revolucionário” no desempenho da informática. A tecnologia Centrino, inicialmente projetada para uso em computadores laptop, comprovou ser tão rápida e de baixo consumo de energia que logo começou a aparecer em PCs de mesa no mundo inteiro também.

A Inovação do Dual Core da Intel para laptops, de acordo com um porta-voz da Intel, teve como fonte a qualificação e experiência adquiridas durante o desenvolvimento em Israel do processador Centrino. Por um longo tempo, o mundo da alta tecnologia vem em toda a parte indo atrás de superlativos — o mais novo, menor, mais veloz e mais leve.

Agora é possível acrescentar outro superlativo a essa lista de desejos, graças em parte ao know-how israelense, com o lançamento do chip de computador mais ecológico do mundo. “Esses são os maiores avanços de transistores em 40 anos”, disse Gordon Moore, co-fundador da Intel.

A Intel disse que embora a Inovação do Dual Core fosse inicialmente desenvolvida nos centros da Intel na Califórnia, os escritórios da Intel em Israel, centralizados em seu enorme Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Haifa, desempenhou um papel crucial no desenvolvimento de como se poderia fabricar em escala comercial a nova micro-arquitetura de chips.

O processador da Intel Core 2 Quad para PCs de mesa, projetado para lidar com enormes cargas de operação de informática e visualização capacitados por poderosa tecnologia multi-core, foi desenvolvido pela Intel de Israel.

O Core7 da Intel foi desenvolvido pela Intel de Israel. A Intel diz que é uma tecnologia multi-core mais veloz e inteligente que aplica força de processamento onde mais se necessita. Os novos processadores Core i7 da Intel dão um incrível avanço no desempenho do PC.

Esses são os melhores processadores de PCs de mesa do planeta, tornando aplicativos multitarefa mais velozes e liberando incrível criação de mídia digital.

Outros importantes produtos tecnológicos desenvolvidos em Israel

A maior parte dos sistemas operacionais Windows NT e XP foi desenvolvida pela Microsoft de Israel.

O telefone celular foi desenvolvido em Israel pela Motorola, que construiu seu maior centro de desenvolvimento mundial em Israel.

O ICQ, a tecnologia do Mensageiro Instantâneo da AOL, foi desenvolvido em 1996 por quatro jovens israelenses da Mirabilis.

A tecnologia de protocolo de voz pela internet (VoIP) foi iniciada pioneiramente em Israel por dois israelenses que fundaram a VocalTec. Vonage, Skype e outras empresas utilizam o VoIP.

Os israelenses desenvolveram tecnologia de telefone celular para aviões na Qualcomm de Israel

O primeiro programa de antivírus de PC foi desenvolvido em Israel em 1979 pela mesma empresa que desenvolveu o programa de antivírus Melissa.

A empresa M Systems foi a primeira a oferecer produtos de memória flash em pendrives, mudando o jeito que as pessoas armazenam e lidam com informações.

Dois professores no Instituto de Tecnologia Technion de Israel desenvolveram a tecnologia de compressão por zipagem.

EZchip Technologies é uma empresa de semicondutores que fornece processadores de rede Ethernet. Os processadores de rede EZchip fornecem a flexibilidade e integração que possibilitam serviços triple play de dados, voz e vídeo em sistemas que constituem as novas redes portadoras Ethernet.

A mais influente empresa de sistema de segurança de firewall do mundo é a Check Point, que é líder em soluções de firewall e softwares de rede, soluções VPN, segurança de ponta, proteção de rede e administração de rede. A empresa israelense foi fundada em 1993 em Ramat-Gan, Israel, e controla 40 por cento do mercado mundial.

A revista Scientific American selecionou o trabalho de inteligência artificial feito por dois acadêmicos israelenses como estando entre os maiores avanços da ciência em 2007. Os cientistas da Universidade de Tel Aviv conduziram experimentos para simular a inteligência artificial criando um chip de memória orgânica usando neurônios de cérebros de roedores. Sua meta máxima é fazer com que os computadores pensem de forma criativa.

Os judeus dos EUA têm papel importante nas comunicações dos últimos dias

Andy Grove, judeu nascido na Hungria, co-fundou a Intel

Grove, judeu húngaro que foi educado nos Estados Unidos, tinha fé e apreço por Israel, e ele fez grandes investimentos em Israel, o que lhe deu a tecnologia para criar a mais poderosa empresa de chips do mundo.

O escritor George Gilder escreveu que foi um engenheiro israelense, Dov Frohman, quem inventou a memória ROM eletricamente programável (EPROM), uma memória permanente com base no chip que poderia reter a programação principal do computador pessoal mesmo quando acabasse a energia. EPROM contribuiria uns 80 por cento dos ganhos da Intel durante a próxima década e sustentaria o crescimento da empresa para se tornar a principal empresa de semicondutores do mundo.

Sergey Brin, judeu russo, co-fundador do Google

De acordo com a Wikipedia, Sergey Mikhailovich Brin nasceu em Moscou, na União Soviética, de pais judeus, Michael Brin and Eugenia Brin, ambos formados na Universidade Estatal de Moscou.

A Wikipédia escreveu: “Google, Inc. é a maior empresa de internet do mundo, com base em seu mecanismo de busca e tecnologia de anúncios online. Em 2007 a revista PC World classificou a ele e o co-fundador Larry Page como número 1 das ‘50 Pessoas mais Importantes na Web’”.

A revista Economist descreve a abordagem de Brin para com a vida, como a de Page, como baseada numa visão resumida no lema do Google, “de tornar todas as informações do mundo ‘universalmente acessíveis e úteis’”. Não muito depois que os dois “inventaram seu novo sistema de buscas na net, eles começaram a pensar em informações que hoje estão muito além da net”, tais como digitalizar livros e expandir informações de saúde.

Jon Rubenstein, judeu americano, co-desenvolveu o iPod e o iMac para a Apple

O diretor executivo da Apple, Steve Jobs (http://en.wikipedia.org/wiki/Steve_Jobs), e o diretor de engenharia de hardware, Jon Rubinstein (http://en.wikipedia.org/wiki/Jon_Rubinstein), juntaram uma equipe de engenheiros para projetar a linha iPod. O iPod é uma marca de players de mídia portáteis (http://en.wikipedia.org/wiki/Portable_media_player) projetados e comercializados pela Apple Inc. (http://en.wikipedia.org/wiki/Apple_Inc) e lançado em 23 de outubro de 2001. Até abril de 2008, mais de 206 milhões de iPods haviam sido vendidos no mundo inteiro.

Rubinstein, de 53 anos, é também honrado como responsável por ter desenvolvido o iMac. Hoje ele é o presidente da Palm.

Michael Dell, judeu americano que fundou a Dell Computers

Em 1984, o calouro da Universidade do Texas, Michael Dell, de 19 anos, teve uma idéia simples. Por que não vender computadores feitos de acordo com os desejos dos clientes diretamente a eles? Na época, os fabricantes de computadores vendiam suas máquinas no atacado para varejistas, que elevavam o preço para os consumidores. Em vez disso, Dell montava computadores de baratas partes excedentes, e então criava máquinas incrementadas conforme as especificações dos clientes.

Anos mais tarde, a simples idéia está ainda funcionando. Dell está ainda fazendo essencialmente a mesma coisa: suprindo computadores feitos sob medida diretamente para os clientes, mas numa escala que agora gera 18 bilhões de dólares ao ano e emprega 25.000 pessoas.

O sucesso surpreendente da Dell o tornou, com a idade de 27 anos, o diretor executivo mais jovem de uma das 500 mais importantes empresas da história mencionada na revista Fortune, e a Fortune mencionou sua empresa como uma das mais admiradas dos EUA — depois da General Electric, Coca-Cola, and Microsoft. Ele tem hoje 44 anos.

Mark Zuckerberg, judeu americano que fundou o Facebook

A Wikipédia escreveu: “Mark Zuckerberg lançou o Facebook de seu dormitório em Harvard em 4 de fevereiro de 2004. A idéia de começar o Facebook surgiu de seus dias na Academia Phillips Exeter que, como a maioria das faculdades e escolas preparatórias, tinha uma antiga tradição de publicar um diretório estudantil anual com fotos de todos os estudantes, corpo docente e quadro de funcionários conhecido como ‘Facebook’.

“Logo que começou na faculdade, o Facebook de Zuckerberg virou moda em Harvard, até que Zuckerberg então decidiu divulgar o Facebook para outras faculdades e alistou a ajuda do colega de quarto Dustin Moskovitz. Eles primeiro o divulgaram para as Universidades de Stanford, Dartmouth, Columbia, Cornell e Yale e então para outras faculdades com contatos sociais com Harvard. No começo do verão, Zuckerberg e Moskovitz haviam divulgado o Facebook para quase 45 faculdades e centenas de milhares de pessoas o estavam usando.

A revista Time acrescentou Zuckerberg como uma das pessoas mais influentes do mundo em 2008. Ele tem 25 anos. O Facebook agora tem 200 milhões de assinantes no mundo inteiro.

4 bilhões de telefones celulares no mundo inteiro, 20 por cento do mundo online

A União Internacional de Telecomunicações

Medindo a Sociedade de Informações — 2009

http://www.itu.int/ITU-D/ict/publications/idi/2009/material/IDI2009_w5.pdf

(Extrato das páginas 3-5):

As últimas décadas viram crescimento ininterrupto em termos de desenvolvimento de infraestrutura de ICT e telecomunicações e compreensão de serviços. O fim de 2008 alcançou um importante marco na corrida do desenvolvimento de ICT: mais de 4 bilhões de assinaturas de celulares no mundo inteiro, convertendo numa taxa de penetração de 61 por cento.

Ao mesmo tempo, a União Internacional de Telecomunicações calcula que o mundo tinha 1,3 bilhão de linhas de telefone fixo — ou 19 por 100 habitantes — e que quase um quarto dos 6,7 bilhões de pessoas do mundo estavam usando a internet.

Desenvolvimentos da internet e banda larga

Embora o número de usuários avaliados de internet no mundo inteiro continue a crescer rapidamente — no fim de 2007, uma média de uma de cada cinco pessoas estava online — níveis de penetração no mundo em desenvolvimento permanecem baixos, por volta de 13 por cento. Principalmente a África, onde menos de 5 por cento da população usa a internet, está ficando para trás. Na Ásia, menos de 15 por cento das pessoas usam a internet, em comparação com 43 e 44 por cento na Europa e nas Américas.

A UIT diz que mais e mais países e pessoas estão usando conexões de alta velocidade. No fim de 2007, mais de 60 por cento de todos os assinantes de internet tinham conexão de banda larga.

A conexão dial-up está sendo substituída por banda larga fixa em todos os países desenvolvidos e em desenvolvimento, inclusive o Senegal, Chile e Turquia, onde assinantes de banda larga representam mais de 90 por cento de todos os assinantes de internet.

Perspectiva do Koenig: Mais de quatro bilhões de pessoas no mundo enviarão mensagens de texto, emails, ligarão para seus amigos e verão e assistirão online às “duas testemunhas” em Jerusalém enquanto elas falarem e demonstrarem o estupendo poder de Deus.

Fonte: Koenig's Eye View, 4 de setembro de 2009

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Postar um comentário