segunda-feira, 9 de março de 2009

DESERTO: LUGAR OU SITUAÇÃO EM QUE AS VEZES NOS ENCONTRAMOS

(Deuteronômio 8:1-3)-TODOS os mandamentos que hoje vos ordeno guardareis para os cumprir; para que vivais, e vos multipliqueis, e entreis, e possuais a terra que o SENHOR jurou a vossos pais. E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o SENHOR teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não. E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do SENHOR viverá o homem. 

Nós muitas vezes em nossa vidas nos encontramos em um verdadeiro deserto mas o deserto tem muitas lições a nos ensinar nesta postagem espero está ajudando de alguma forma a cada pessoa a entender que DEUS permite que EU ou VOCÊ entre no deserto para nos ensinar algumas lições que não aprendemos de outra forma.

Em primeiro lugar o deserto é um lugar difícil de estar
(Êxodo 17:1) - DEPOIS toda a congregação dos filhos de Israel partiu do deserto de Sim(Um inculto espaço do território entre Elim e o Sinai, o qual foi atravessado pelos israelitas. Foi aqui que ao povo foram dados o maná e as codornizes ) pelas suas jornadas, segundo o mandamento do SENHOR, e acampou em Refidim; e não havia ali água para o povo beber. 
a população israelita havia passado quarenta anos no deserto de sim quando partiram de lá acamparam em refidim e se depararam com um problema grave faltava água que é um elemento essencial para que o ser humano possa viver e quanta as vezes nós nos encontramos em situação dificíl em que não há de onde vir ajuda para suprimento do essencial é por isso que o deserto é um lugar dificíl de estar.
Em segundo lugar o deserto é um lugar de encontro com Deus.
(Êxodo 3:18) - E ouvirão a tua voz; e irás, tu com os anciãos de Israel, ao rei do Egito, e dir-lhe-eis: O SENHOR Deus dos hebreus nos encontrou. Agora, pois, deixa-nos ir caminho de três dias para o deserto, para que sacrifiquemos ao SENHOR nosso Deus. 
(Êxodo 5:1) - E DEPOIS foram Moisés e Arão e disseram a Faraó: Assim diz o SENHOR Deus de Israel: Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto. 
Em terceiro lugar o deserto é um lugar onde Deus educa.
(Êxodo 3:1) - E APASCENTAVA Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto, e chegou ao monte de Deus, a Horebe. 
(I Samuel 26:3) - E acampou-se (Hebreus 4:15) - Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. 
Saul no outeiro de Haquilá, que está defronte de Jesimom, junto ao caminho; porém Davi ficou no deserto, e viu que Saul vinha seguindo-o no deserto. 
(Salmos 94:12) - Bem-aventurado é o homem a quem tu castigas, ó SENHOR, e a quem ensinas a tua lei; 
(Salmos 119:67) - Antes de ser afligido andava errado; mas agora tenho guardado a tua palavra. 
(Salmos 119:71) - Foi-me bom ter sido afligido, para que aprendesse os teus estatutos. 
(Lucas 4:1) - E JESUS, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto; 
(Hebreus 4:15) - Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. 
Em quarto e último lugar o deserto é um lugar onde Deus faz milagres.
(Êxodo 16:1) - E PARTINDO de Elim, toda a congregação dos filhos de Israel veio ao deserto de Sim, que está entre Elim e Sinai, aos quinze dias do mês segundo, depois de sua saída da terra do Egito. 
(Êxodo 16:4-5)- Então disse o SENHOR a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá diariamente a porção para cada dia, para que eu o prove se anda em minha lei ou não. E acontecerá, no sexto dia, que prepararão o que colherem; e será o dobro do que colhem cada dia. 
(Êxodo 16:8) - Disse mais Moisés: Isso será quando o SENHOR à tarde vos der carne para comer, e pela manhã pão a fartar, porquanto o SENHOR ouviu as vossas murmurações, com que murmurais contra ele. E quem somos nós? As vossas murmurações não são contra nós, mas sim contra o SENHOR. 
(Êxodo 16:11-15)- E o SENHOR falou a Moisés, dizendo: Tenho ouvido as murmurações dos filhos de Israel. Fala-lhes, dizendo: Entre as duas tardes comereis carne, e pela manhã vos fartareis de pão; e sabereis que eu sou o SENHOR vosso Deus. E aconteceu que à tarde subiram codornizes, e cobriram o arraial; e pela manhã jazia o orvalho ao redor do arraial. E quando o orvalho se levantou, eis que sobre a face do deserto estava uma coisa miúda, redonda, miúda como a geada sobre a terra. E, vendo-a os filhos de Israel, disseram uns aos outros: Que é isto? Porque não sabiam o que era. Disse-lhes pois Moisés: Este é o pão que o SENHOR vos deu para comer. 
(Êxodo 16:31-35) - E chamou a casa de Israel o seu nome maná; e era como semente de coentro branco, e o seu sabor como bolos de mel. E disse Moisés: Esta é a palavra que o SENHOR tem mandado: Encherás um ômer dele e guardá-lo-ás para as vossas gerações, para que vejam o pão que vos tenho dado a comer neste deserto, quando eu vos tirei da terra do Egito. Disse também Moisés a Arão: Toma um vaso, e põe nele um ômer cheio de maná, e coloca-o diante do SENHOR, para guardá-lo para as vossas gerações. Como o SENHOR tinha ordenado a Moisés, assim Arão o pôs diante do Testemunho, para ser guardado. E comeram os filhos de Israel maná quarenta anos, até que entraram em terra habitada; comeram maná até que chegaram aos termos da terra de Canaã. 
(Deuteronômio 29:5) - E quarenta anos vos fiz andar pelo deserto; não se envelheceram sobre vós as vossas vestes, e nem se envelheceu o vosso sapato no vosso pé. 
(Neemias 9:19-21)-Todavia tu, pela multidão das tuas misericórdias, não os deixaste no deserto. A coluna de nuvem nunca se apartou deles de dia, para os guiar pelo caminho, nem a coluna de fogo de noite, para lhes iluminar; e isto pelo caminho por onde haviam de ir. E deste o teu bom espírito, para os ensinar; e o teu maná não retiraste da sua boca; e água lhes deste na sua sede. De tal modo os sustentaste quarenta anos no deserto; nada lhes faltou; as suas roupas não se envelheceram, e os seus pés não se incharam. 


por: presb. Jorge Gonçalves





Postar um comentário