quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

AS DIFERENTES PROPRIEDADES DO FRUTO DO ESPÍRITO 1

UMA BASE BÍBLICA PARA ESTE ESTUDO:
(Gálatas 5:22-23) Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.

O fruto do Espírito são as características produzidas em nós pelo mesmo Espírito Santo que habita dentro de cada um de nós características estas que são encontradas no senhor Jesus Cristo e que se espera serem também encontradas em todos aqueles que dizem ser cristãos neste estudo vamos tentar falar um pouco sobre cada uma delas.
AMOR
O QUE É O AMOR? É um dos mais altos e sublimes atributos comunicáveis de Deus;Sentimento que faz alguém querer o bem de outrem ou de alguma coisa;É a fonte Divina de onde emanam todas as virtudes espirituais.
a)A BÍBLIA DIZ QUE DEUS É AMOR
(I João 4:8) - Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.
João diz,"Deus é amor" e não "o amor é Deus".Nosso mundo, com sua visão superficial e egoísta do amor, distorceu estas palavras e contaminou a nossa compreensão em relação ao amor. O mundo pensa que o amor é o que faz uma pessoa se sentir bem e que não há problema em sacrificar os princípios morais e os direitos dos outros a fim de obter tal"amor". Mas este não é o verdadeiro amor; é exatamente o oposto - o egoísmo. E Deus não é este tipo de "amor"O verdadeiro amor é como Deus, que é santo, justo, e perfeito. Se vedadeiramente conhecermos a Deus, amaremos como Ele ama.
(I João 2:4) - Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.
(João 13:34-35)- Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.
b)NÓS O AMAMOS PORQUE ELE DERRAMOU O SEU AMOR EM NOSSOS CORAÇÕES.
(Romanos 5:5) - E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
(II Corintios 1:22) - O qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.
(Gálatas 4:6) - E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.
Os cristãos experimentam amor de Deus nos seus corações, pelo Espírito Santo; especialmente em tempos de aflição. O verbo "derramar"está no tempo pretérito perfeito contínuo, significando que o Espírito continua a fazer o amor transbordar em nossos corações.É essa experiência sempre presente do amor de Deus, que nos sustenta na tribulação e nos assegura que nossa esperança da glória futura não é ilusória.
C)ESTE AMOR DEVE SEMPRE AUMENTAR.
(I Tessalonicenses 3:12) - E o Senhor vos aumente, e faça crescer em amor uns para com os outros, e para com todos, como também o fazemos para convosco;
(I Tessalonicenses 4:9-10)- Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros; Porque também já assim o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a Macedônia. Exortamo-vos, porém, a que ainda nisto aumenteis cada vez mais.
(Hebreus 13:1) - PERMANEÇA o amor fraternal.
Se estivermos cheios do amor de Deus, este transbordará para os outros. Não é suficiente sermos meramente corteses pra com os demais; devemos ativa e persistentemente demostrar amor para com todos. nosso amor deve estar continuamente crescendo. Se sua capacidade para amar tem permanecido inalterada por algum tempo, peça a Deus para lhe encher novamente com sua provisão infinita.
D) O AMOR É A EVIDÊNCIA DA SALVAÇÃO.
(I João 3:14) - Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte.
(I João 4:7) - Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
(I João 2:9-11)- Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo.Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.
Isto significa que se não gostarmos de alguém não somos cristãos?Estes versos não estão falando a respeito de gostar de um irmão, ou irmã cristã desagradável.Sempre existirão pessoas com quem teremos menos afinidade. As palavras de João enfocam a atitude que nos leva a ignorar ou menosprezar os outros, tratá-los como competidores, inimigos ou pessoas irritantes. O amor cristão não é um sentimento, mas uma escolha.Podemos escolher nos preocupar com o bem-estar das pessoas e tratá-las com respeito,sentindo ou não afeto por elas.Se escolhermos amar os outros,Deus nos ajudará a expressar o nosso amor.
E) PELA OPERAÇÃO DO ESPÍRITO, ESTE AMOR APARECE COMO FRUTO EM NOSSAS VIDAS. POR AMOR AO SENHOR QUEREMOS FAZER SUA VONTADE.
(João 14:15) - Se me amais, guardai os meus mandamentos.
(João 14:23) - Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.
(João 15:10) - Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.
(João 15:14) - Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.
(I João 5:2-3)- Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.
Quando nos tornamos cristãos, passamos a fazer parte da família de Deus; os companheiros crentes passam a ser nossos irmãos e irmãs. É Deus quem determina quem serão os outros membros da família, não nós. Somos simplesmente convocados para aceitá-los e ama-los.Como você trata seus familiares?
F) O AMOR É O ELO QUE DETERMINA O APERFEIÇOAMENTO DOS CRENTES.
(Colossenses 3:14) - E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.
(Colossenses 2:2-3)- Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.
Todas as virtudes que Paulo nos encoraja a desenvolver estão perfeitamente unidas pelo amor.Quando nos vestimos com essas virtudes, a última peça do vestuário que devemos vestir é o amor, que mantém todas as demais qualidades, cada uma em seu próprio lugar. Praticar qualquer lista de virtude sem praticar o amor levará à distorção, à fragmentação e à estagnação.

fonte:B.E.P (notas); B.E.A.P (notas);Bíblia Hábil;Lições Bíblicas 1ºtrim.2004. Elaborado por:presb. Jorge Gonçalves.

Postar um comentário