terça-feira, 11 de setembro de 2007

SE MINHAS VIRTUDES FOREM MAIORES QUE OS MEUS PECADOS PODEREI ALCANÇAR A SALVAÇÃO?

E,PONDO-SE JESUS A CAMINHO,CORREU UM HOMEM AO SEU ENCONTRO E,AJOELHANDO-SE,PERGUNTOU-LHE:BOM MESTRE,QUE FAREI PARA HERDAR A VIDA ETERNA?RESPONDEU-LHE JESUS:POR QUE ME CHAMAS BOM? NINGUÉM É BOM SE NÃO UM,QUE É DEUS. SABES OS MANDAMENTOS:NÃO MATARÁS,NAÕ ADUTERARÁS,NÃO FURTARÁS,NÃO DIRÁS FALSO TESTEMUNHO,NÃO DEFRAUDARÁS NINGUÉM,HONRA TEU PAI E A TUA MÃE. ENTÃO ELE RESPONDEU:MESTRE,TUDO ISSO TENHO OBSERVADO DESDE MINHA JUVENTUDE. E JESUS, FITANDO-O,O AMOU E DISSE: SÓ UMA COISA TE FALTA: VAI, VENDE TUDO O QUE TENS,DÁ-OS AOS POBRES E TERÁS UM TESOURO NO CÉU;ENTÃO,VEM E SEGUE-ME. ELE PORÉM CONTRARIADO COM ESTA PALAVRA,RETIROU-SE TRISTE,PORQUE ERA DONO DE MUITAS PROPRIEDADES. ENTÃO, JESUS,OLHANDO AO REDOR,DISSE AOS SEUS DISCÍPULOS:QUÃO DIFICILMENTE ENTRARÃO NO REINO DE DEUS OS QUE TEM RIQUEZAS! OS DICÍPULOS ESTRANHARAM ESTAS PALAVRAS;MAS JESUS INSISTIU EM DIZER-LHES:FILHOS,QUÃO DIFICÍL É (para os que confiam nas riquezas)ENTRAR NO REINO DE DEUS.( Marcos 10.17-24)

Essa é a esperança de muitas pessoas.Quando eu chegar diante de Deus,pensam elas,acredito que a balança vai pesar do lado positivo,e eu conseguirei a salvação.Mas isso não é verdade.Nesse texto,encontramos a história do jovem rico.Era uma pessoa de muitas virtudes que procurava guardar os mandamentos,mas seu coração não pertencia a Deus.A verdade é que as riquezas ocupavam o primeiro lugar. Ele não estava disposto a renuncia-las por amor a Deus.O convite de Deus exige que nos entreguemos inteiramente a ele,sem reservas.A salvação é de graça,pela fé em cristo,mas quando recebo a Cristo em minha vida,devo torná-lo meu Senhor absoluto.AMÉM!!!

REFLEXÃO:
*Será que alguém sairia com vantagem diante de Deus,se fosse avaliado pelos critérios do próprio Deus?
*Como ficariam os pecados de quem teve a balança positiva?Não seriam cobrados?E a justiça de Deus?
*Você concorda que essa idéia também baseia-se nos méritos humanos e não nos de Cristo?

(Fonte: B.E.E)
Postar um comentário